A importância da pele

A importância da pele

Todos querem manter sua pele bonita e saudável, macia e sem manchas ou marcas. Mas, você sabe a real importância da pele? Conhece sua função? Abaixo discorreremos sobre ela.

a importancia da pele

Maior órgão do corpo

A pele faz parte dos órgãos que possuímos e é o maior deles, pois recobre praticamente todo nosso corpo. Sua função principal é envolver o organismo e delimitar seu contato com o ambiente externo.

A pele, também conhecida como derme ou cútis, é responsável por 16% do nosso peso corporal e também exerce outros papeis fundamentais:

– regulação de temperatura;

– defesa do organismo;

– controle do fluxo sanguíneo;

– proteção contra agentes externos;

– funções sensoriais (calor, frio, tato, pressão e dor).

Somente por estes motivos é possível perceber a importância da pele para o ser humano, ou seja, ela é um órgão vital.

Órgãos não revestidos de pele

Como mencionamos, a pele recobre quase todo o nosso corpo. As únicas partes que não são revestidas por ela são:

– orifícios genitais;

– boca;

– olhos;

– superfícies genitais.

Estas partes são revestidas por mucosas, porém todas as outras regiões do organismo são cobertas por derme.

Como ocorre a proteção do corpo?

A importância da pele está principalmente na proteção. Ela é recoberta por sebo, gordura e suor, o chamado manto hidrolipídico. Por ele, o corpo evita perdas excessivas de água e defende a pele contra infecções por fungos e bactérias.

O ressecamento da pele

Porém, diversos fatores interferem no ressecamento da pele, por mais que ela se esforce contra a desidratação excessiva.

Quando está desidratada, a pele apresenta aspecto opaco, áspero e sem elasticidade, além de descamar mais facilmente. Além disso, ela fica mais frágil e pode sofrer com irritações com facilidade, pois está desprotegida.

O principal fator para esta desidratação são os agentes externos, como o sol, vento, ar seco, as mudanças bruscas de temperatura, etc. Tudo isto contribui para que a água evapore com mais facilidade de nossa pele, tornando-a menos hidratada.

Camadas da derme

A pele é formada por três camadas, começando pela superfície e atingindo níveis mais profundos:

– epiderme;

– derme;

– hipoderme.

A epiderme é a camada mais externa, aquela que fica na superfície. É ela quem dá origem aos anexos cutâneos, ou seja, as unhas, glândulas sudoríparas, glândulas sebáceas e pelos.

A derme é responsável pela resistência e elasticidade da pele. Ela é formada por tecido conjuntivo, vasos sanguíneos, vasos linfáticos, nervos e terminações nervosas. As glândulas sudoríparas e os folículos pilosos são originários da epiderme, mas também atingem a derme.

Já a hipoderme é a camada mais profunda de pele. Nela contêm tecido conjuntivo envolvendo células de gordura. A importância da pele nesta etapa é nos proteger contra traumas físicos, além de formar camadas de gordura.

Importância de cuidar da pele desde sempre

Por todos estes papeis importantes, a pele é vital para nós. Portanto, precisamos ter consciência de sua função e cuidar da derme desde cedo.

Para que você possa fazer isso, vamos listar uma série de cuidados importantes com a cútis. Se você tomar estas atitudes, tornará sua pele macia, hidratada, bonita e saudável. Assim, os efeitos externos não causarão tantos danos.

– Trate sua pele de acordo com o seu tipo

Existem três tipos de pele: mista, oleosa ou seca. Portanto, é importante tratar a sua derme de acordo com o tipo, utilizando produtos específicos. Isto é importante porque uma pele seca não exige os mesmos tratamentos que uma pele oleosa, e vice-versa.

Pele seca ou normal pode ser tratada com sabonete líquido de ph neutro, além de uma loção de limpeza seguida de hidratação. Pele oleosa ou mista necessita de sabonete à base de enxofre e tônico adstringente, também seguido por hidratante.

– Cuide das áreas mais frágeis

É essencial cuidar das áreas mais frágeis do nosso corpo, como contorno dos olhos e dos lábios. Por serem mais sensíveis, estas regiões precisam ser tratadas com produtos específicos.

– Limpe sua pele com suavidade

Você já conhece a importância da pele para o corpo, portanto é preciso tratá-la bem, cuidar dela com suavidade. Ao retirar a maquiagem, escolha produtos adequados para não agredir a pele, mesmo as mais sensíveis.

A maquiagem deve ser retirada muito bem todos os dias, jamais durma com ela. Os resíduos podem obstruir os poros, favorecendo o surgimento de cravos e espinhas.

– Controle a oleosidade

Se a sua pele for oleosa, é fundamental controlar a oleosidade, especialmente no verão. A dica dos especialistas é usar sabonetes específicos para esta finalidade, em seguida aplicando um tônico e finalizando com um hidratante. Porém, esta limpeza não pode ser feita mais do que três vezes ao dia, porque a pele pode perder oleosidade demais e isto aumentará a produção de sebo.

Fora de casa, a dica é carregar na bolsa lenços umedecidos. Eles são bons para retirar o excesso de oleosidade quando você não tem os produtos adequados em mãos.

– Proteja seus dedos e sua virilha

Estas são regiões que, quando úmidas, podem provocar o surgimento de micoses. Portanto, é importante secar-se muito bem após o banho ou utilizar saunas, piscinas, ou tomar banho de mar, além de não deixar o suor acumular.

Nos dias mais quentes, você pode utilizar toalha de papel para secar as áreas úmidas (especialmente as dobras) e talco para os pés. Não calce chinelos molhados nem pise em chão úmido.

– Esfolie sua pele duas vezes por semana

Você já conheceu a importância da pele limpa e hidratada, porém não deve esfoliá-la diariamente, para não irritá-la. O esfoliante ideal retira as células mortas sem irritar a derme e possui propriedades anti-inflamatórias. Outra dica também é fazer uma profunda limpeza facial mensalmente (ou a cada dois meses, dependendo da necessidade) para prevenir acne.

Se preferir, você pode esfoliar sua pele com um produto caseiro. Ele é feito com mel e fubá, os dois ingredientes na mesma proporção. Aplique a mistura de forma suave no rosto, fazendo movimentos circulares. Em seguida, limpe com água morna corrente.

– Saiba lidar com o ressecamento

Tanto a pele quanto os cabelos merecem cuidados especiais, pois o ressecamento pode prejudicá-los. A sugestão é utilizar hidratantes corporais que possuem ureia, vitamina E, alantoína e óleo de semente de uva. Faça isso após o banho, com a pele ainda úmida.

Para os cabelos, use leave-in ou máscaras hidratantes. É importante também lavar o corpo após o banho de mar ou de piscina, para retirar o excesso de sal ou cloro.

– Regule a temperatura da água

Água fria dificulta a limpeza da pele, porém água quente demais remove nossa proteção natural (o manto hidrolipídico citado no começo do texto). Portanto, o ideal é limpar sua derme com água morna. O sabonete deve ser usado com moderação, pois o excesso também prejudicará nossa cútis.

– Proteja sua pele conta os efeitos do sol

Ninguém está dizendo que é proibido aproveitar o sol. Porém, é fundamental proteger a pele contra os efeitos nocivos dos raios solares. O protetor solar evita queimaduras, manchas e o câncer de pele, mas ele precisa ser passado corretamente.

Ou seja, deve ser aplicada uma quantidade generosa do produto em todas as partes descobertas e a reaplicação deve acontecer em no máximo duas horas. Além disso, o uso de chapéu ou boné é recomendado. Os acessórios com abas grandes são os mais indicados, incluindo também óculos de sol, para proteger os olhos da radiação.

No dia a dia o FPS (fator de proteção solar) pode ser entre 30 e 40, porém durante a exposição prolongada (em ambientes ao ar livre) sugere-se aumentar para 50. Os protetores solares em gel são menos resistentes ao suor e a água, portanto devem ser reaplicados com mais frequência, se comparados aos mais espessos.

Não podemos esquecer também dos horários adequados para a exposição ao sol: deve-se evitar ficar ao ar livre entre 10h e 16h. Este é o período em que os raios solares são mais nocivos.

– Trate suas manchas e pintas

Se você não se atentou à importância da pele bem cuidada e agora tem manchas ou pintas, é fundamental tratá-las. O primeiro passo é procurar um dermatologista, que analisará o aspecto destes sinais e prescreverá o tratamento indicado para cada caso.

– Acalme sua pele

Se a aparência de sua pele estiver cansada ou irritada, você pode preparar um chá de camomila, deixando esfriar na geladeira. Em seguida, embeba um algodão no líquido e cubra o rosto por quinze minutos, enxaguando após o prazo.

– Beba bastante água

Beber bastante líquido (água, chás, sucos, etc.) é uma excelente maneira de manter sua pele hidratada, além do uso de cremes. Desta forma, todos os nossos órgãos funcionam corretamente, incluindo a derme.

Quanto mais cuidados a pessoa tiver com a cútis, menos precisará investir em tratamentos de saúde.

– Tenha hábitos saudáveis

Comer bem reflete em nossa pele. Portanto, é importante ter uma alimentação balanceada, consumindo os alimentos adequados para que a saúde seja mantida. Além disso, é recomendável praticar exercícios físicos pelo menos três vezes na semana, quarenta minutos ou mais por dia.

A importância da pele

Agora que você já sabe qual a importância da pele para nossa vida e também conheceu diversas maneiras de cuidá-la, é hora de colocar seus conhecimentos em prática!

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.