O que você precisa saber sobre repelentes

Introdução

repelentes de insetosEm países tropicais como o Brasil, devemos ficar atentos contra a possibilidade de sermos picados por diferentes mosquitos, responsáveis pela transmissão de diversas doenças (malária, leishmaniose). A maior preocupação atual é com o mosquito Aedes aegypti responsável pela transmissão da dengue e do zika vírus.

Uma das principais formas de nos prevenirmos contra os mosquitos é através do uso de repelentes tópicos. Repelentes ambientais, inseticidas e controle do focos reprodutivos também são fatores importantes contra os mosquitos.


Sobre os repelentes

repelentes de insetos off exposis

A Organização Mundial da Saúde indica três principais ativos que podem estar presentes nas fórmulas dos repelentes:

IR 3535: é o único ativo permitido para bebês acima de seis meses de idade. Sua duração é de 4 horas de proteção;

Icaridina: é o mais utilizado e pode ser usado por crianças acima de dois anos de idade. A duração de proteção varia de 8 a 10 horas de proteção;

DEET: é o mais comum de todos os repelentes. Pode ser usado por crianças acima de dois anos.

Abaixo segue uma tabela com os princípios ativos e recomendações: Atenção: crianças menores de 6 meses de idade não devem usar repelentes!

IR 3535ICARIDINADEET
De 6 meses a 2 anos de idadeDuração: 4 horas

Aplicação: uma vez ao dia

­­_____________
De 2 a 7 anos de idadeDuração: 4 horas

Aplicação: 2 vezes ao dia

Concentração: 20 a 25%

Duração: 10 horas

Aplicação: 2 vezes ao dia

Concentração: 6 – 9%

Duração: 4 a  6 horas

Aplicação: 2 vezes ao dia

 Acima de 7 anos de idadeDuração: 4 horas

Aplicação: 3 vezes ao dia

Concentração: 20 a 25%

Duração:  10 horas

Aplicação:  3 vezes ao dia

Concentração: 6 – 9%

Duração: 4  a 6 horas

Aplicação: 3 vezes ao dia

Adultos e gestantesDuração: 4 horas

Aplicação: 3 vezes ao dia

Concentração: 20 a 25%

Duração: 6 a 8 horas

Aplicação: 3 vezes ao dia

Concentração: 10 a 15%

Duração:  6 a 8 horas

Aplicação: 3 vezes ao dia

A eficácia do repelentes é determinada de acordo com a característica de cada pele, pois cada indivíduo tem uma composição química diferente no tocante a pH, CO2, suor e etc. O clima muito quente, ingerir álcool e usar roupas muito escuras também comprometer a eficácia dos repelentes.

Dentre os óleos naturais o mais recomendável é o de eucalipto-limão (Eucalyptus citriodora), que numa concentração de 30% atinge até cinco horas de proteção, mas seu uso exige manipulação. Somente a citronela está pronta no mercado para ser utilizada como repelente. Em concentração de 5 a 100% confere proteção de 20 minutos a duas horas e exige reaplicação a cada hora.


Dicas sobre a aplicação de repelentes

dicas de repelentes

Não há necessidade de aplicação de repelente debaixo da vestimenta, pois as roupas já protegem contra a picada (mas evite as apertadas). Aplique somente nas áreas expostas.

Não coloque o repelente nas mãos das crianças, pois estas correm o risco de levar a mão à boca, causando contaminação. Passe na testa e na bochechas, evitando áreas mucosas como boca, olhos e nariz. Fique atento quanto a necessidade de reaplicação, evitando repetir mais de três vezes ao dia, pois pode causar intoxicação.

Após a aplicação do repelente lave as mãos. Se aplicar hidratante ou filtro solar, espere primeiro a absorção destes (cerca de 15 minutos) e por último passe o repelente. Tome banho e retire todo o produto antes de dormir pois não é recomendável dormir com o repelente. Alguns mosquitos só tem hábitos diurnos como o Aedes aegypti, não havendo perigo de sua picada à noite. Inclusive o princípio ativo icaridina é mais eficiente em repelir o Aedes aegypti do que o DEET.

Em lugares com alta densidade de mosquitos as portas e janelas devem permanecer fechadas. Os repelentes físicos como telas e tendas também são muito eficazes contra os mosquitos.  Ar condicionados são muito eficientes contra os mosquitos, pois esses insetos não suportam o frio. A aplicação de repelentes tópicos (sintéticos ou naturais) associado ao uso de telas tratadas com inseticidas são combinações muito eficientes para se proteger das picadas dos insetos.

Finalmente, é importante combater os mosquitos evitando que ele se prolifera. Não deixe água parada em vasos, pneus ou qualquer outro tipo de recipiente. O mosquito costuma atacar mais pela manhã, sendo recomendável fechar portas e janelas nesse horário. Os mosquiteiros são muito eficientes, principalmente para as crianças e sua eficácia pode ser aumentada com o uso de spray de repelente.

 

 

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.