Alergias cutâneas – Veja como elas se manifestam

As alergias cutâneas podem se manifestar de várias formas, mas entre elas existem as seguintes:

 

 

 

 

Dermatite de Contato

A dermatite (eczema) pode aparecer devido ao contato com substâncias que estão no meio ambiente. Com isto estas substâncias pode ser irritante ou sensibilizante.

Desta forma, quando existe o contato com sistema imunológico do indivíduo, acaba ficando alérgico e sempre que entrar em contato irão aparecer as lesões na pele.

Este problema pode aparecer em qualquer momento da vida e pode vir devido ao contato diário com a o item (seja um perfume, cosmético, desinfetante, roupas, bijuterias).

Entre os sintomas pode causar coceira, vermelhidão, ardência e descamação e até bolhas. Para controle é utilizado corticoides tópicos e até sistêmicos.

Em todo caso é importante procurar um especialista para poder determinar a substância causadora da dermatite. Desta forma, ajuda a evitar a recorrência da alergia.

No cuidado é feito uma avaliação sobre os hábitos, hobbies, além de fazer o Teste de Contato. Neste teste é feita uma aplicação em pouca quantidade de todas as substâncias recomendada pelo Grupo Brasileiro de Estudo em Dermatite de Contato (GBEDC) da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

No processo para descobrir a alergia cutânea é utilizada fitas adesivas, que ficam na pele por 48 horas. Depois do período, é utilizado fitas e faz duas leituras.

 

 

 

 

Urticária

As urticárias aparecem como placas vermelhas inchadas (parecida com picada de insetos) com relação à coceira intensa. Ela pode ocorrer em minutos e horas em surtos. Em alguns casos elas surgem como edema (inchaço) de lábios e pálpebras (angioedema).

Normalmente ela é desencadeada devido a:

  • Alimentos.
  • Medicamentos.
  • Corantes.
  • Infecções.
  • Exercício.
  • Calor.
  • Frio.
  • Exposição solar.
  • Fatores emocionais.
  • Picadas de insetos.
  • Entre outros.

No caso onde a urticária é crônica (várias semanas) é preciso investir as causas por meio de exames específicos.

Geralmente o médico pode orientar uma dieta na qual é preciso evitar os alimentos que agravam, como:

  • Banana.
  • Abacate.
  • Morango.
  • Tomate.
  • Pimentão.
  • Frutos do mar.
  • Ovo.
  • Chocolate.
  • Enlatados.
  • Comidas com aditivos.
  • Corantes e conservantes.
  • Nozes.
  • Amendoim.
  • Leite.
  • Soja.
  • Trigo.
  • Refrigerantes.
  • Sucos artificiais.
  • Bebida alcoólica.
  • Alguns temperos.

Além disso, é preciso evitar medicações, tais como: antinflamatórios não esteroides, ácido acetil salicílico, penicilinas e sulfas, vitaminas, medicamentos coloridos e com sabor, radiocontrastes.

Para lidar com estas alergias cutâneas é importante optar por um tratamento com anti-histamínicos ou com uso de corticosteroides.

 

 

 

 

Como lidar com as alergias cutâneas

Para diminuir a incidência dos casos é preciso mudar seus hábitos tais como:

  • Evite substâncias irritantes, como perfumes e corantes dos detergentes, sabonetes e cremes corporais, tecidos ásperos e substâncias químicas.
  • Use roupas largas e leves, no geral opte por fibras naturais como algodão. Antes do uso, não se esqueça de lavar antes de usar.
  • A mudança de temperatura também pode agravar a crise.
  • Os banhos frios ajudam a melhorar a prurido. O ideal é evitar que a água esteja muito quente. Neste período o calor dilata os vasos sanguíneos.
  • Evite coçar a pele e deixe as unhas curtas para não machucar o local.
  • Diminua o estresse e modere as suas reações.

 

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.